Troco likes virtuais por abraços e beijos reais

by - domingo, março 27, 2016

   Hoje é mais fácil ganhar vários "matchs no Tinder" likes no Instagram e Facebook do que abraços e beijos reais. Sim amigas ta difícil e acredite a tendência é piorar.

   Não sou negativa, só estou descrevendo a real situação dos sentimentos e relacionamentos que até a década de noventa eram 100% reais e hoje só duram 1% no mundo virtual se você estiver conectada 24 horas para enviar um #nudes, não deixar aquele boy no vácuo via WhatsApp e aceitar um casual. Verdade seja escrita!




   Ninguém é obrigado a nada, mas "alguns caras" só entram nesses aplicativos de paquera em busca de sexo e muitos deles acreditam que as garotas estão lá como um produto de cardápio, disponíveis a todo tipo de diversão. Poxa Mari, mas aonde você ouviu isso? Experiência própria, sim eu já usei esses aplicativos de paqueras e as palavras "aventuras e sexo causal" reinam nas descrições dos perfis masculinos. Outro fato que me chamou bastante atenção foi ouvir da boca do irmão de uma amiga, "O Tinder é só entrar, escolher e comer"! Acreditem não dei uma mão na cara dele por educação pois vontade não faltou. Algumas mulheres procuram nos aplicativos de paquera uma boa conversa ou um relacionamento serio por isso os homens não precisam generalizar!



   Então, já pensou que você deve estar procurado um cara legal em um lugar totalmente errado, que tal sair para uma festa, barzinho? E ao frequentar esses lugares você encontra pessoas reais conectadas no mundo virtal com a cabeça sempre baixa e os olhos grudados nas telinhas dos seus iPhones. Fazendo o que mesmo?



   Outro dia estava no show do Maroon 5 e ao meu lado esquerda uma garota registrava tudo que estava acontecendo pelo teclado do Smartphone via "Snapchat e WhatsApp" então eu pensei qual o problema dessas pessoas que pagam para assistir um show de uma banda internacional e ao invés de aproveitarem o momento preferem se render ao mundo virtual. Lembrei que já tinha feita praticamente a mesma coisa em algum lugar, trocando sem perceber experiências reais, pela digital. Acontece!




   A nossa civilização está doente, viciada (as vezes eu sou não nego), dependência em alto grau nos aplicativos oferecidos pela internet. Nas festas as meninas passam mais de meia hora dentro de um banheiro, tirando 30 Selfies para escolher somente uma e publicar no dia seguinte. Imagine quando chegarmos ao ano de 2020, haverá banheiros virtuais, espelhos com maquinas fotográficas embutidas para uma foto perfeita com postagem automática, aplicativos de #nudes que irão traçar o seu perfil e informar se aquela pessoa vai guardar a foto numa pasta secreta só para ela ou compartilhar em algum grupo. 


    Achou pouco, pois acredite o seu Instagram será o novo CPF usado nas lojas para um cadastro de perfil e dados, o Facebook um curriculum virtual os check in contarão como experiência profissional. E se você não tiver WhatsApp será considerado de outro mundo, um ser humano sem registro.

  Quem não consegue resistir sempre vai postar, curtir, comentar e compartilhar!

You May Also Like

0 comentários